sábado, 3 de junho de 2017

TELEVISÃO - AS TRANSMISSÕES EM CORES (TELEVISION - THE TRANSMISSIONS IN COLORS) - ABC / NBC / CBS / REDE TUPI / TV EXCELSIOR / REDE REDORD / REDE GLOBO / TV CONTINENTAL / TV BANDEIRANTES / TV PAULISTA / TVS-SBT


TELEVISÃO - AS TRANSMISSÕES EM CORES (TELEVISION - THE TRANSMISSIONS IN COLORS) - ABC / NBC / CBS / REDE TUPI / TV EXCELSIOR / REDE REDORD / REDE GLOBO / TV CONTINENTAL / TV BANDEIRANTES / TV PAULISTA / TVS-SBT - No ano de 1951, a Rede CBS foi a pioneira em testar transmissões em cores nos EUA. Alguns poucos aparelhos puderam captar essas imagens, devido a uma Comissão Federativa de Comunicações, adiar a inauguração do sistema, que posteriormente foi aprovada por outra comissão denominada NTSC (National Television System Committee). Esse sistema que tinha sido desenvolvido pela RCA, e compatível com os aparelhos do mercado, só foi autorizado em 17/12/53 quando finalmente a televisão colorida fez sua estréia. Exatamente nesse dia, a Rede NBC colocou no ar, seu logotipo com 3 cores, porém o primeiro programa colorido ao vivo foi a CBS que colocou no ar às 18h15, com o lutador de Boxe Rocky Marciano. E prá não ficar atrás, a NBC às 18h30 preparou um especial com Pat Weaver, Jimmy Durante e o presidente da RCA/NBC, o todo poderoso David Sarnoff. A curiosidade fica por conta do 1º televisor em cores do mundo, o “Mahogany 840CK15” de 15 polegadas, lançado nos EUA pela Westinhouse que tinha tradição em máquinas de lavar, no início de 1954. E a título de informação, o sistema PAL foi criado na Alemanha em 1967, e o SECAM em 1966 na França. As cores através do mundo: 1953 – Estados Unidos, 1958 – Cuba, 1966 – França e Canadá, 1967 – Alemanha e Inglaterra, 1969 – Hungria, 1972 – Brasil, 1974 – Austrália, 1977 Itália e Argentina, 1983 – Israel. Quando a TV ainda não era colorida, os figurinos e cenários nas cores vermelha, bege, azul e bordô eram consideradas as melhores para produções em preto e branco, segundo diretores cenotécnicos das emissoras nos anos 60. E aquelas telas coloridas? Você já teve uma? Nas cores verde, azul, vermelho e amarelo. Você sabia que no ano de 1963 a TV Tupi exibiu a 1ª imagem colorida na televisão brasileira? É isso mesmo, embora saibamos que as transmissões em cores aconteceram em 1972, após dois anos de experiência em circuito fechado, o diretor-presidente das Emissoras Associadas declarou a vinda das cores ao Brasil. Em 1º de maio de 1963 foi exibido um documentário americano denominado “A Volta ao Mundo”, através do sistema americano NTSC. A TV Tupi na realidade, antecipou em alguns meses essa transmissão, devido ao temor de que uma emissora concorrente, mais especificamente a TV Excelsior apresentasse primeiro. Na época, havia apenas 300 aparelhos de televisores coloridos, todos importados. Em 3 de maio de 1963, em São Paulo, foram espalhados em pontos estratégicos da cidade, 22 televisores para que a população pudesse assistir a exibição de um episódio da série BONANZA. A TV Tupi foi pioneira com o lançamento da série no país. Outra curiosidade, é de que todos os seus mais de 400 episódios foram produzidos em cores, desde o piloto que foi ao ar em 1959 na televisão americana. No Brasil durante sua exibição, as cópias em 16mm foram transmitidas em preto e branco, ficando a nítida impressão de que a série teria sido produzida em suas primeiras temporadas dessa forma. Duas séries americanas exibidas no Brasil, lideraram a audiência de telespectadores com seus televisores ligados no horário nobre de cada exibição: Bonanza é uma delas, e O Fugitivo é a outra. A carência de produções nacionais nessa época, permitiu que uma avalanche de seriados entrasse no mercado brasileiro, fazendo com que o telespectador diante da novidade, cultuasse esse gênero. Foi no ano de 1964, que foi realizado o 1º comercial em cores da televisão brasileira. Devido a essa iniciativa da TV Tupi em transmitir eventuais programas ou sessões coloridas, a Agência de Propaganda Panam proporcionou a poucos telespectadores, o privilégio de assistir o comercial animado com aquela famosa dupla de esquimós da Brastemp, fazendo a propaganda das geladeiras e fogões da empresa. Já que estamos comentando sobre as transmissões em cores, o filólogo (aquele que por meio de textos escritos, estuda a língua, a literatura e todos os fenômenos de cultura de um povo) Napoleão Mendes de Almeida, tentou tirar uma dúvida histórica dos telespectadores e os meios de comunicação da imprensa falada ou escrita: é errado dizer “TV a cores”; o correto é “TV em cores”. Um exemplo? Você já disse em algum momento “TV a preto e branco”? Por ser um assunto curioso e acima de tudo intrigante, o professor Domingos Paschoal Cegalla afirmou que ambas as versões podem ser consideradas corretas, ou válidas. Para que isso aconteça, basta você se sugestionar por outros exemplos tais como “a vapor”, “a óleo”, e “a vácuo”, além de notar que os próprios meios da imprensa e da mídia, “deixaram” essa forma “alternativa” se propagar em telejornais, revistas, e até livros. Esclarecendo ainda de que mesmo sendo uma forma de comunicação “impura”, essa locução constantemente vem sendo usada nos veículos de comunicação. 













































F  I  M